No “Por Trás da História” de hoje, falaremos sobre a famosa Roshamuul, lançada no Winter Update de 2013. Essa cidade até hoje é muito utilizada e tem locais de hunt muito bons pra upar em party, para paladinos e knights solo ou duo com algum druid.

Leia também: 
1. Por Trás da História: Soul War Quest
2. Por Trás da História: Heart of Destruction Quest


Seu lançamento, trouxe uma inovação no jogo até então única! A possibilidade de refinar suas armas para que elas pudessem avançar até um melhor estágio de poder, trouxe uma prisão que detém poderosos demônios e bosses (também conhecidos como Príncipes Demônios) que até hoje ainda dão trabalho para muitos, e nada disso é por simples acaso.

Ao longo do mapa de Roshamuul, algumas notas podem ser encontradas e, juntas, formam o livro ‘The Dreamers” (os sonhadores). Nelas, são descritas as histórias que levaram ao surgimento da cidade, o porquê de existir uma prisão tão perigosa e até mesmo a peculiaridade de ser a única cidade onde você consegue refinar as armas que ela oferece (No caso, os umbral itens).

As notas são relatos de um autor desconhecido na história até o momento e que era líder de um povo mais conhecido como Ladrões, Vampiros ou Formadores de Sonhos. Eles eram ajudantes dos aliados do deus Zathroth, atuavam como: espiões, mensageiros, conselheiros e fabricantes de armas especiais (as Armas Umbral). Esses relatos contam que esse povo detinha um conhecimento em manipular sonhos e pesadelos, e foi através dessa arte que foi criada a cidade de Roshamuul.

Com o decorrer do tempo, uma rivalidade entre esse povo e os animais de estimação de Zathroth (os demônios) foi se instaurando, ao ponto de ter a necessidade de criar uma prisão para eles e para traidores de alto escalão. A prisão foi feita com a ajuda de outros povos, raças e até mesmo de outros deuses, com os materiais mais poderosos e também funcionaria como uma armadilha para os Príncipes Demônios, mas ela acabou sendo uma cilada contra os próprios manipuladores de sonhos, pois os demônios eram poderosos demais. Bazir, Sephorath e outros dizimaram todos que apareciam pela frente e não foram capturados, mas o massacre na terra dos pesadelos foi tanto que ninguém foi páreo para os demônios de alto escalão. Deixando assim Roshamuul com esse aspecto de cidade destruída e levando à morte do autor das notas. (Vale uma observação de que o povo dos sonhos só aceitara fazer a prisão porque tinha o intuito de ser o povo mais poderoso, tirando os demônios de cena, mas os deuses que se envolveram também fizeram uma cilada para eles acabando com essa possibilidade).

No final da trama, nosso desconhecido autor deixou o conhecimento guardado nessas notas para serem achadas futuramente, preservando assim essa história.


Sempre achei Roshamuul interessante, é minha cidade favorita em todo o Tibia e acho incrível como até os danos causados pelas criaturas fazem sentido. Quando pensamos em pesadelos, sofremos todos os tipos de aflições: afogamento, fogo, morte, sangramento e até nossos piores pesadelos poderiam ser encontrados aqui.

Mas e aí, vocês já conheciam essa história? O que acharam? Comentem aqui! 



Fonte: tibialife.com.br

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments