Toshihiro Nagoshi, ex-diretor de criação da Sega, onde liderou o desenvolvimento do Yakuza série como diretor geral do Ryu Ga Gotoku Studio, anunciou seu próximo passo. Ele começou seu próprio estúdio, simplesmente intitulado Estúdio Nagoshi, que está sendo totalmente financiado pela empresa chinesa de internet e jogos NetEase.

Nagoshi anunciou sua saída da Sega em outubro passado, mas as notícias de hoje também seguem um relatório da Bloomberg em agosto que nomeou a NetEase como seu futuro parceiro em potencial. Masayoshi Yokoyama, Who A Beira entrevistado ano passado sobre seu trabalho no mais recente Yakuza jogos Como um dragão, é o novo chefe do Ryu Ga Gotoku Studio e está atualmente trabalhando no próximo jogo da série.

O Nagoshi Studio ficará sediado em Tóquio e contratou vários ex-funcionários de longa data da Sega e Yakuza A lista inclui o produtor Daisuke Sato, o artista Kazuki Hosokawa, o programador Koji Tokieda, o designer Masao Shirosaki, o engenheiro Mitsunori Fujimoto, o artista Naoki Someya, o diretor Taichi Ushioda e o artista Toshihiro Ando.

Em um entrevista com a revista de jogos japonesa Famitsu, Nagoshi entra em alguns detalhes sobre por que ele escolheu deixar a Sega e se juntar à NetEase. Ele diz que sentiu vontade de fazer algo diferente e expressa o desejo de criar jogos que atraiam mais fora do Japão, enquanto observa que o foco do estúdio ainda permanecerá no Japão por enquanto. Nagoshi diz que se tornar independente permitirá que sua equipe desenvolva jogos sem ter que considerar o plano de negócios e o orçamento mais amplos da Sega, e acredita que a NetEase leva a sério a priorização da liberdade criativa do novo estúdio.



Fonte: www.theverge.com

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments