Depois de alguns dias e depois de estudar as mudanças dos guardas da biblioteca, começamos a caçar em horários diferentes para aproveitar ao máximo a experiência e o lucro. Ganhamos muito dinheiro em muito pouco tempo, acho que foram as vantagens de caçar em equipe com todas as vocações. Com todo o dinheiro que arrecadamos, juntamos e compramos conjuntos para toda a equipe. Estávamos equipados com os melhores artigos do mercado. Além disso, tínhamos aprendido muitas novas habilidades com toda a experiência que obtivemos, estávamos ficando cada vez mais fortes para que logo pudéssemos começar a caçar em Soulwar.

Muito bons caçadores, eu fiz as contas e com isso podemos comprar o soulpiercer para o Bastian.

Brilhante! Estamos cada vez mais perto de completar nossos conjuntos diz em um tom muito feliz Kristt- temos que comemorar –Ele tirou um barril de cerveja que tinha embaixo da mesa e começou a servir.

Com aquela besta os patrões vão cair como se fossem papel, além disso, com todo o treinamento que tive, minha distância já está para chegar a cento e vinte e sete.

Você ainda tem muito que aprender, você é muito descoordenado entre flechas e runas. Poderíamos ter mais experiência se você não falhar tanto Yvette reivindicou. Temos mais de dois meses caçando juntos e não pode ser que você continue assim.

Ah sim, falou a princesa do dano, desculpe por não ter a mesma destreza que você. Ao contrário de você, meu tio não me treinou.

Mas pelo menos você poderia tentar melhorar, inútil …

–¡EI! Acalmar! O que aconteceu com eles? Qual é a razão de tanta toxicidade? Kristt teve que intervir. Em vez de amigos, eles parecem inimigos.

É só … nada, você não entenderia.

Yvette saiu da sala batendo a porta atrás dela e nos deixando todos consternados com sua atitude.

E o que foi isso? Eu perguntei a qual Kristt respondeu encolhendo os ombros. Depois de alguns segundos, Bastian falou.

–Pode ser minha culpa, tenho pressionado muito com a questão do meu irmão, não saber nada sobre ele está me deixando cada vez mais louca.

–Entendemos você, sabemos que sua situação não é fácil, mas devemos levá-la com calma, ainda não temos forças para enfrentar a aliança Kristt respondeu.

-Eu sei, mas é difícil para mim manter o foco, além disso, tenho que confessar uma coisa -Ele baixou a voz e nos chamou para nos aproximarmos-, Sinto-me atraído por Yvette e acho que ela já percebeu.

–Aí está a resposta Kristt exclamou em um tom ligeiramente alto, então abaixou a voz novamente, você está colocando um grande peso nos ombros daquela garota. Yvette é uma garota muito forte, mas ela passou por algumas situações muito ruins nos últimos meses. Ela perdeu o irmão, o tio está procurando por ela, ela está preocupada com o seu irmão mais novo e agora, você se sente atraído por ela? É muito para o coitado, Bastián.

–E não é só isso, ambos são jovens demais para pensar em atração, e menos com todos esses problemas com os quais temos que lidar -Eu disse. –Por favor, Bastián, se você realmente tem sentimentos por ela, você deve tentar não demonstrar.

–Vocês estão certos, pessoal, desculpe. É melhor eu ir falar com ela e me desculpar.

Agora foi Bastián quem foi atrás de Yvette.



“Com licença, posso entrar?”

-Oque Quer? Eu olhei para ele com desdém.

“Eu só quero me desculpar com você.”

“Bem, você já fez, você pode ir de onde veio.”

“Só quero que conversemos um pouco, não quero que sejamos assim.” Desculpe-me por pressioná-lo tanto.

-Não é seu Bastían, não é sua culpa, sou eu que deveria me desculpar, mas estou com tanta raiva … Quer saber? Prefiro não falar agora.

“E se eu apenas ficar aqui sentado em silêncio?”

Não pude recusar o seu pedido, com um gesto aceitei que se sentasse ao meu lado. Eu estava cheio de ódio, vinha trocando cartas com meu padrinho sobre a situação dentro da Aliança. Meu tio descobriu que estávamos subindo de nível e organizando grupos de busca para acabar conosco. Se eles encontrassem nosso esconderijo, tudo estaria acabado e ainda não estávamos prontos para enfrentar todas as suas forças. Não quero assustar os meninos, eles já têm pressão suficiente sobre eles e ainda por cima é esse sentimento maluco por Bastián, mas como posso pensar nisso agora? Ele está preocupado com seu irmão e eu deveria estar preocupada em encontrar uma maneira de resgatar minha alma. Droga, estou tão cansada de tudo isso. No entanto, o fato de ele estar aqui me conforta, me deixa mais tranquila. Se não estivéssemos envolvidos em toda essa comoção … Eu não tinha percebido a profundidade de seu olhar, ele é tão atraente. Um pouco nojento, mas gosto disso. Chega Yvette, pare de fantasiar que temos outras coisas mais importantes para fazer. Depois de alguns minutos em silêncio, falei novamente.

–Obrigado Bastián, desculpe-me por ser tão rude com você Eu sorri para ele e me levantei. “Vamos, temos alguns chefes para matar.” Ele sorriu de volta para mim e se levantou.

–Obrigado Yvette… –ele fez uma leve pausa acompanhada de um suspiro–, vou buscar os meninos.



Enquanto isso, na base de La Alianza.

“Meu senhor, o capitão da quinta divisão está aqui.”

– Faça acontecer e ninguém nos interrompa.

Em segundos, o padrinho de Yvette entrou pela porta. A sala ladrilhada com paredes brancas era decorada por uma lareira e um candeeiro que iluminava o local. Em uma das paredes estava pendurado um troféu Feroxa e, além, uma cesta com vários filhotes brincando. À esquerda, sentado em seu sofá verde, estava o feiticeiro mais temido e poderoso do mundo.

-Meu Senhor.

–Meu amigo Jhon, venha para a frente, sente-se. CARA! –Um menino de pelo menos dez anos cruzou a porta a toda velocidade. “Ele é irmão da amiga de Yvette” eu pensei imediatamente. “Por favor, traga alguma comida e bebida para o nosso convidado.” O menino acenou com a cabeça e saiu da sala com a mesma rapidez. –Me diga, Jhon, como você está?

Muito bem meu senhor, embora não tão bem quanto você –Bromeé.

-LOL! Que bom meu querido amigo –Uma risada acompanhada por um sorriso incômodo saiu de sua boca. “Por favor, coloque a cordialidade de lado.” Você está se perguntando por que eu liguei para você, certo?

“Na verdade, meu senhor, quero dizer, Varlok, não nos encontramos há muito tempo.”

-Bem, descobrimos que tem um grupo de caça lá que está indo muito bem e supostamente isso pode estar acontecendo durante as vigílias da sua divisão. Você sabe alguma coisa sobre isso?

Droga, eles os encontraram. “Um grupo caçando na frente do nariz da minha divisão?” Impossível!

–Sim, na verdade já ordenei uma busca exaustiva por essas pessoas e preciso da sua ajuda, pois há rumores de que esse grupo é liderado pela Yvette, dá para acreditar? Sua afilhada, minha querida sobrinha traindo La Alianza -Ao mesmo tempo o menino voltou ao quarto e trouxe consigo dois copos junto com uma jarra de vinho e frutas diversas. Ele serviu uma bebida para nós dois e saiu.

–Yvette sempre se metendo em problemas, mas eu não acho que seja ela -Ele disse enquanto tomava um gole e dava um gole. Seu informante provavelmente está confuso. Mesmo, eu duvido muito que haja pessoas caçando durante meus guardas, pMas, em qualquer caso, vou investigar.

“Bem, espero que meu informante esteja realmente errado, porque se ele estiver, esta será a última vez que Yvette me desrespeitará.” Eu vou matá-la e todos que se atreverem a apoiá-la, seja ela quem for -No seu tom de voz senti o terror que ele costumava infligir aos seus inimigos, mas o mais perturbador era o seu olhar assassino que pousou nos meus olhos, claramente ele estava me ameaçando. -Espero que se você descobrir quem eles são, os traga diante de mim imediatamente.

-Assim vai ser minha amiga, mas você vai ver que não é ela, não precisa se preocupar –Nós dois levantamos nossos copos e brindamos.

PELA ALIANÇA!

Continua.



Fonte: www.tibiamagazine.com.ve

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments